Taípe a Nativos caminhando pelas praias

    

 Nosso programa preferido em praias como essas é caminhar. Nada como explorar o local, as praias, os mangues, as falésias, ver os bichos, a vegetação. Gostoso é caminhar curtindo, parando para um banho de mar ou rio. Assim, nem percebemos o quanto andamos… 

  

   

 Voltamos à praia de Taipe, desta vez fomos de carro. Estacionamos e já partimos para uma caminhada, explorando a costa direita do mar. Inicialmente, queríamos chegar ao final das falésias. Tudo maravilhoso!
   
    
Pescador local  
  
Continuamos até o Rio da Barra, outro local delicioso, encontro do rio com o mar. Entramos na água doce, morna e límpida. Dava pra ver o fundo devido à transparência da água. O mangue e sua diversidade encantadora!

       

 
 
 

      
Vamos ver o que tem após aquela ponta? E continuamos a andar. Pelo caminho, só natureza.

Encontramos um casal estrangeiro com uma criança. Eles queriam chegar até o mangue. E nos informaram que a próxima praia era Nativos, em Trancoso, há 30 minutos de caminhada. Encaramos o desafio. Passamos por uma área de várias propriedades particulares e chegamos à praia. Exaustos. O calor era amenizado pela brisa fresca do mar, tornando a caminhada muito gostosa!

  

 Descansamos na barraca de tapioca da Geisa, a melhor que provamos até agora. Eles montaram uma mesa com guarda sol para nós e nos abastecemos de água de coco e tapioca. Após o merecido descanso, o retorno. Melhor nem pensar o quanto teríamos que caminhar. Ainda eram 14h, mas a maré nessa região sobe cedo demais. 

  

Aceleramos o passo na volta, com medo de pegar a cheia do rio. Mas deu tudo certo! A parte mais tensa foi atravessar as pedras por cima, porque estavam tomadas pelas águas. Além do pessoal dos resorts, só encontramos pescadores e eram pra eles que pedíamos informações sobre a maré. É muito importante, ao fazer este tipo de passeio, se informar bem antes de sair se aventurando por áreas desconhecidas e conferir a tábua de marés. A natureza é selvagem e merece todo nosso respeito! Em alguns momentos, senti medo, pois não sabia o que iria encontrar pela frente.

   
   
Algumas pessoas preferem ir à praia, sentar numa barraca e ficar comendo e bebendo. Nós preferimos andar muito e explorar as belezas locais. É questão de gosto! 
Pra finalizar, um banho morno de piscina e cama! Nessa noite, nem saímos da pousada! Mas valeu a sensação de superação física e mental!

   
No mapa dá pra ver o percurso de 8k km que nós fizemos. 16km no total!

  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s